20 de janeiro de 2017

Borboleta






Borboleta dos amores,
Como a outra sobre as flores?
Porque és volúvel assim?
Porque deixas, caprichosa,
Porque deixas tu a rosa
E vais beijar o jasmim?

Casimiro de Abreu - livro "Primaveras" - 1858

18 de janeiro de 2017

Miss Brasil Raissa Santana nas Filipinas

Olá meus queridos amigos e amigas, como vão todos vocês? Mais um ano começando aqui no blog e com concurso do Grand Slam. As candidatas a Miss Universo estão confinadas na Filipinas onde será realizada a final em 29 de janeiro. E nossa Miss Brasil 2016 Raissa Santana está dando um show de simpatia por onde passa. Vejam as fotos postadas nas redes sociais. Estamos na torcida para que nossa Miss Brasil quebre esse jejum e nos traga a tão sonhada coroa de Miss Universo para o Brasil, feito esse que aconteceu somente em 1963, com a gaúcha Ieda Maria Vargas, e em 1968, com a baiana Martha Vasconcellos. Go, go Raissa!

16 de janeiro de 2017

Fernando Pessoa - Biografia


 "Amo como quem ama o amor. Não conheço nenhuma outra razão para amar senão amar. Que queres que te diga, além de que te amo, se o que quero dizer-te é que te amo?"


Fernando Antônio Nogueira Pessoa nasceu em 13 de junho de 1888 em Lisboa, Portugal. Em 1893 seu pai morre e em 1894 seu irmão Jorge. No ano seguinte sua mãe casa-se com João Miguel Rosa, cônsul português em Durban, na África do Sul. Em 1896 a família parte para Durban onde Fernando Pessoa estuda e aprende o inglês. Em 1905 ele regressa definitivamente a Lisboa, com intenção de se inscrever no Curso Superior de Letras. Lê Shekespeare, Wordsworth e filósofos gregos e alemães. Toma contato com a poesia francesa, especialmente a de Baudelaire e lê os poetas portugueses Cesário Verde e Camilo Pessanha. Em 1907, abandona curso superior e monta uma tipografia que mal chega a funcionar. No ano seguinte, começa a trabalhar como correspondente estrangeiro em casas comerciais, profissão que exerceu até a morte. Pessoa escolhe uma vida discreta, mas livre, sem obrigações fixas, nem horários.

Em 1912, Fernando Pessoa inicia sua colaboração na revista A Águia. Inicia correspondência com Mario de Sá-Carneiro que, de Paris, manda a Pessoa notícias do Cubismo e do Futurismo. Pessoa escreve em inglês, o poema Epithalamiun e, em português, o drama O Marinheiro. Vai elaborando o projeto de vários livros e traz um novo movimento: o Paulismo, tudo isso no ano de 1913. No ano seguinte publica Pauis, sob o título Impressões do Crepúsculo e aparecem os heteronômios*: Alberto Caeiro e seus discípulos Ricardo Reis e Álvaro de Campos. Fernando Pessoa compõe Ode Triunfal, encaminhando-se para o Sensacionalismo e para o Futurismo, sob o heteronômio de Álvaro de Campos. Compõe ainda Chuva Oblíqua (poesia ortonímica), delineando o Interseccionismo. Em 1915, surge a revista Orpheu, marco do Modernismo em Portugal. O primeiro número, dirigido por Luís Montalvor e Ronald de Carvalho, publica os poemas Ode Triunfal e Opiário (Álvaro de Campos) e O Marinheiro (Fernando Pessoa). No segundo número, saem Chuva Oblíqua e Ode Marítima. No mesmo ano, Fernando Pessoa inicia-se no esoterismo, traduzindo um Tratado de Teosofia. Em 1919, escreve Poemas Inconjuntos, assinado por Alberto Caeiro, apesar deste ter morrido em 1915. Em 1920, Pessoa passa a morar com sua mãe, que regressara, viúva, da África do Sul. Ela falece em 1925. Cinco anos depois, Pessoa escreve mais poemas, assinados por heteronômios. Em 1934, publica Mensagem, livro de poemas de cunho místico-nacionalista, única obra em português publicada em vida. Em 1935, no dia 30 de novembro, no Hospital São Luís, em Lisboa, morre Fernando Pessoa.

*Heteronômios: autor que publica um livro sob o nome verdadeiro de outra pessoa.











20 de dezembro de 2016

Stephanie Del Valle é a Miss Mundo 2016



Olá meus queridos amigos e amigas, no último concurso do Grand Slam do ano, o Miss Mundo, a portorriquenha Stephanie Del Valle saiu vencedora, deixando para trás candidatas de 116 países, inclusive a brasileira Beatrice Fontoura, que ficou no top 10.
O resultado final ficou assim:
- Miss Mundo 2016: Stephanie Del Valle (Porto Rico);
- 2º lugar: Yaritza Reys (República Dominicana);
- 3º lugar: Nathasa Mannuela (Indonésia). 
Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...