10 de agosto de 2015

Tita Bastos, a Professora das Misses do Paraná nas Décadas de 1960 e 1970

Não tinha quem não conhecesse Tita Bastos e não ficasse surpreso pelo seu charme. Era nonagenária e esbanjava classe e beleza. Sabia como ninguém manter o título de uma das mais conhecidas professoras e orientadoras de misses que o Paraná teve. Também era reconhecida como a primeira manequim profissional paranaense. De batismo, chamava-se Jurity Bemba Bastos, mas pouquíssimos sabiam seu nome. Era simplesmente Tita.
A Miss Paraná 1967 e vice Miss Brasil Wilza de Oliveira Rainato com Tita Bastos

Mantinha a beleza trigueira, o corpo rijo e magro, e o porte de miss - mesmo sem nunca ter sido. "Era de parar o trânsito", relembra a sobrinha Índia Brandão. Para Tita, as passarelas serviam para treinar as mulheres mais bonitas que o Estado teve durante as décadas de 1960 e 1970. Nada de ser miss. A sobrinha esteve ao lado de Tita por 18 anos e sabe muito bem da alegria - discreta, na maioria das vezes - e da postura firme que ela mantinha durante os treinamentos. "Vez ou outra tinha que lembrá-la que a escola não era um colégio de freiras", devido à rigidez que impunha às candidatas.
Em seu currículo, tinha orgulho de ter orientado Ângela Vasconcelos, a primeira paranaense a conquistar o título nacional de Miss Brasil, em 1964. A partir dessa vitória, Tita tornou-se referência no mundo das misses, principalmente no Paraná e Santa Catarina. Foi Tita também que acompanhou Marly Simão no concurso nacional em 1969. Naquele ano a vitoriosa foi a catarinense Vera Lúcia Fischer.
Atuou como professora em várias escolas para modelos, e montou seu próprio estabelecimento na década de 1980. Em meio à agenda apertada das aulas, em uma época que o sonho das jovens era a estreia nas passarelas, havia inúmeras as viagens, bate-e-volta e Tita adorava. "Ser o centro das atenções era tudo para ela", recorda Índia.
 Marly Simão, Miss Paraná 1969 e Tita Bastos

Tita gostava do ambiente de glamour. Reunia sua coleção de echarpes, colares largos e coloridos, roupas discretas e de um bom corte. Esbanjava refinamento. Não à toa, os primeiros empregos foram como modelo. Desfilava roupas de alta costura de ateliês e lojas famosas de Curitiba. Aprendeu a ter um olhar atento e certeiro do que era bom. Com o trabalho com as candidatas, sabia quem tinha potencial e quem precisava melhorar. Dava aulas de expressão corporal, etiqueta, passarela, e, em alguns casos, até precisava ensinar a utilizar os talheres.
Ficou noiva de um fazendeiro, mas desistiu do casamento pelo ciúme do namorado. Para ela, ter uma profissão era fundamental, assim como manter seu jeito extrovertido e moderno. Era vaidosa demais. Quando o assunto era idade tinha resposta na ponta da língua. A pergunta vinha seguida de outra para desconcertar o interlocutor: "que idade você me dá?"
Com o tempo, foi alterando sua rotina em consequência dos cuidados com a mãe, Alice. As viagens constantes, os convites para eventos foram sendo preteridos pouco a pouco. Manteve, porém o gosto pelos passeios ao shopping. Principalmente, quando era para fazer compras. Nunca chegava em casa sem uma sacola, relembra a sobrinha.
Índia conta que a relação com Tita era mais de amiga do que de sobrinha. "Nunca a chamei de tia. Somente de Tita". Para ela, a amiga, colega e confidente em nada lembrava uma mãe ou uma tia. "Era apenas uma pessoa com um coração enorme."
Tita Bastos faleceu em 07 de abril, em decorrência de uma queda, em Curitiba. Deixa as duas irmãs, Jussara e Iara; Índia e outros sobrinhos.

Fonte: Jornal Gazeta do Povo, 16/04/15

3 comentários:

  1. Muito bonito este resgate da vida de alguém que marcou o "mundo-miss", além de ser um assunto interessante. Parabéns amiga VERINHA, você marcou muitos pontos e a história de Tita Bastos não será mais esquecida!!! Abraços

    ResponderExcluir
  2. Parabéns amiga VERINHA, você marcou pontos com esta postagem. Além, de mostrar ao mundo a história de Tita Bastos! Bjs

    ResponderExcluir
  3. Querido amigo Evandro, obrigada pela visita e pelo comentário. Há tempos queria fazer uma postagem sobre a Tita Bastos e aqui está ela.
    Abraços e tudo de bm.

    ResponderExcluir

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...